Como você se sente a respeito da comunicação sexual em seu relacionamento? De aberta e encorajadora, a provocadora ou distante, a comunicação sexual pode assumir muitas formas. Todos nós sabemos que a comunicação é vital se você deseja desfrutar de uma vida sexual gratificante com outra pessoa. Mesmo assim, às vezes sentimos certo desconforto quando queremos falar sobre sex toys e fantasias, por exemplo. Como iniciar essas conversas?

A ideia de iniciar um bate-papo aberto e honesto sobre sexo pode ser incrivelmente intimidante. Aqui, apresentaremos algumas ideias básicas sobre como fazer com que essas conversas fluam. Também trazemos alguns exemplos práticos sobre como falar sobre sex toys e fantasias que você pode usar para ajudar a outra pessoa a se abrir também.

Dica de comunicação sexual 1: faça perguntas abertas

As perguntas fechadas são aquelas que têm uma resposta simples “sim” ou “não”. Dessa forma, ‘você quer me amarrar e vendar meus olhos?’ é uma pergunta direta, com respostas bastante limitadas. Mas na comunicação sexual devemos procurar explorar possibilidades. Assim, as perguntas abertas tendem a funcionar muito melhor. Por exemplo: “como você se sente sobre submissão ?” Esta questão é menos direta e pode levar a uma resposta mais abrangente.

Do mesmo modo, as perguntas abertas deixam espaço para a pessoa que está sendo questionada dizer não apenas ‘sim, eu gosto disso’ ou ‘não, não gosto’, mas a elaborar mais. Assim, talvez gostem da ideia de vendar alguém, mas não têm certeza sobre amarrar.  Ou talvez elas tenham uma fantasia semelhante, mas um pouco diferente.

Igualmente, se você está procurando iniciar uma conversa sobre sex toys, “surpreender” a outra pessoa com um brinquedo equivale a fazer uma pergunta fechada. (melhor não!) Dizer ‘você quer tentar isso?” também acaba em sim ou não. Por esta razão, sugerimos iniciar essa discussão de uma forma muito mais aberta – por exemplo, enviando a ela um link para um site de brinquedos eróticos ou sentando na frente do site com ela e perguntando” o que você gosta? “

Dica de comunicação sexual 2: seja ousado, seja vulnerável

Pode ser complicado para alguém se abrir sobre seus desejos se a pessoa com quem está falando é muito discreta sobre seus próprios desejos. Portanto, embora possa parecer exasperante, arriscar e deixar a outra pessoa conhecer alguns dos brinquedos sexuais de que você gosta é uma das melhores maneiras de fazer a bola rolar.

Em síntese, o que você pretende fazer aqui é estimular a curiosidade. Ofereça tópicos abertos que vocês possam discutir juntos, em vez de dar um ao outro uma lista de opções de ‘o que fazer’ e ‘o que não fazer’.

Ao modelar o tipo de comunicação que deseja da outra pessoa, você pode incentivá-la a fazer o mesmo. Por exemplo: “Eu tenho muitas fantasias que envolvem algemas e dominação – e você?” Se você deseja que ela receba bem as suas ideias, você precisa receber a dela com o mesmo espírito.

Dica de comunicação sexual 3: evite envergonhar a outra pessoa

Pode ser tentador voltar às piadas como uma forma de aliviar o clima. Mas recomendamos que você evite isso, pelo menos no início. Claro, o sexo foi feito para ser divertido. Além disso, uma boa risada pode ajudar a aliviar a tensão se algo que vocês planejaram meticulosamente juntos não der certo! Mas quando você está encorajando alguém a ser aberto sobre seus desejos e fantasias, brincar sobre o que eles gostam pode soar como uma forma de envergonhá-los.

Isso não quer dizer que você não pode dizer ‘não’ ao que é delícia para a outra pessoa se para você parece horrível. Tente dar (e receber) feedback de uma forma positiva e aberta. Em vez de dizer ‘eca, não’, explique que, embora essa fantasia ou sex toy em particular não lhe excite, outra coisa pode funcionar. Será ótimo se você puder pegar um elemento da fantasia da outra pessoa e incorporá-lo em um cenário com uma de suas próprias fantasias, criando algo único que excita vocês dois!

Dica de comunicação sexual 4: a prática transforma

A conversa só pode ir até certo ponto quando se trata de comunicação. Às vezes, você precisa colocar seu bate-papo em prática para descobrir se vale a pena. Explorar juntos, com o objetivo de aprender a conhecer o corpo um do outro, pode ser um próximo passo muito bom para falar sobre sex toys e fantasias.

Se você está interessado em experimentar novos sex toys, por exemplo, não compre o brinquedo com o objetivo único de saber se ele vai levar ao orgasmo já na primeira vez. Em vez disso, prefira explorar as possibilidades que este sex toy pode oferecer.

Use o brinquedo na outra pessoa. Ou observe-a usar em si mesma. Comprometa-se a conversar durante ou após o uso. Faça perguntas como ‘como você se sentiu?’ E ‘o que você gostou neste brinquedo em particular?’ Lembre-se de ser positivo em seus comentários! Destaque as partes que você amou e achou sexy e pergunte o que a outra pessoa também achou sexy.

Dica de comunicação sexual 5: deixe a conversa fluir, sempre

Esta é talvez a dica de comunicação sexual mais importante: toda e qualquer conversa sobre prazer sexual é contínua. Não dá para ter esse bate-papo uma vez e imaginar que você logo de cara entendeu exatamente o que a outra pessoa deseja. Os desejos e necessidades dela podem mudar com o tempo, assim como os seus. Além disso, há infinitas possibilidades quando se trata do que alguém pode desfrutar na cama. Portanto, lembre-se de que a comunicação sexual pode (e deve!) acontecer em muitas ocasiões diferentes.

Se você tem dificuldade com isso, um atalho simples é se comprometer a dar um feedback (sexy, positivo) depois de cada transa. ‘Eu realmente amei aquele barulho que você fez quando …’ ou ‘Eu gostei daquela coisa que você fez com as suas pernas’ ou ‘você parecia tão quente usando aquele brinquedo no seu clitóris’ … seja o que for. Fazer isso modela uma boa comunicação, mostra à outra pessoa que você está aberto para bater um papo e também ajuda a reforçar que sexo é algo sobre o qual vocês podem falar: não é um tabu ou constrangedor, é uma coisa divertida que vocês estão compartilhando juntos!

 Comece a conversar agora

Se você acha que a comunicação sobre sexo é intimidante, a melhor hora para começar é agora. Dessa forma, você não fica remoendo o assunto até que ele se torne algo intransponível. Para falar sobre sex toys e fantasias, comece com cuidado, usando as dicas acima, e veja como a conversa se desenvolve a partir daí.

Qualquer momento é bom para ajustar sua vida sexual e celebrar a intimidade de vocês. Se vocês forem tirar uns dias de folga durante os feriados de fim de ano, aproveitam a oportunidade para começar algumas dessas conversas.  

Faça perguntas abertas, seja vulnerável e explore de maneira positiva, e talvez 2022 seja o ano do seu melhor sexo.

editado do original em Hot Octopuss