Os olhos vão percorrendo avidamente as linhas enquanto a mente vai transformando as palavras em imagens. Libido despertada, a excitação toma conta do corpo todo: é o fantástico poder de sugestão de livros eróticos. Desde os poemas de Safo de Lesbos na Grécia Antiga, passando por Teresa, a Filósofa e Ligações Perigosas na França do século XVIII, o erotismo sempre esteve presente na literatura.

Elaboramos uma lista com alguns das mais conhecidas obras que tratam da iniciação e descoberta do prazer sexual, homossexualismo, sadomasoquismo e liberação pessoal através do sexo, lembrando que romances populares frequentemente também proporcionam alto grau de excitação a seus leitores e leitoras.

 Os 120 dias de Sodoma

Clássico escrito em 1785 pelo Marquês de Sade, que deu origem ao termo sadismo. Quatro homens ricos cofinam-se num castelo com cafetinas e vários adolescentes de ambos os sexos para  dar vazão a todos os seus desejos e fantasias. Se você prefere algo menos intenso, opte por “Contos Libertinos”, primeiro da saga das irmãs Justine, a heroína virtuosa, e sua irmã Juliette, a libertina.

A História de “Ó”

De Pauline Réage, uma fotógrafa consente em ser confinada em um castelo onde deverá  submeter-se  às fantasias e desejos lascivos de seu mentor sexual. Dominação e submissão são faces de uma mesma moeda.  Existe uma versão em quadrinhos feita pelo genial Guido Crepax.

Trópico de Câncer

De Henry Miller, publicado originalmente em 1934, foi imediatamente proibido em todos os países de língua inglesa, por ser considerado pornográfico.  Um dos marcos da revolução sexual.

Delta de Vênus

De Anaïs Nin,  livro de contos ousados, com linguagem elegante, a autora  explora as mais variadas formas do erotismo, através de personagens de sexualidades variadas, posições sexuais ousadas e desmistificação dos fetichismos humanos. Um livro para chocar e encantar.

Os Desejos da Bela Adormecida

Sob o pseudônimo de A. N. Roquelaure, a conhecida escritora Anne Rice recria a história de Bela explorando sua ligação inegável ao desejo sexual. Aqui, o príncipe desperta Bela não com um beijo, mas com a iniciação sexual. A recompensa para acabar com os cem anos de encantamento é a escravidão total e completa de Bela ao prazer.

Sem Vergonha

De Julianna Costa, uma das autoras brasileiras mais conhecidas deste gênero. O enredo traz a trajetória de Mina, uma garota bem-sucedida profissionalmente. Ela tem dinheiro e prestígio, mas ainda é virgem. Contrata um garoto de programa e têm inícios suas aventuras sexuais.

O Pau

De Fernanda Young, narrativa inteligente e bem- humorada  da autora brasileira discorre sobre a teoria freudiana sobre a inveja do pênis. Uma mulher madura que inicia um rapaz na faixa dos 20 anos e narra as vantagens e desvantagens desta relação, que ela insiste em manter baseada apenas no sexo.

A Casa dos Budas Ditosos

De João Ubaldo Ribeiro.  Mulher busca viver intensamente e sem culpa todas as possibilidades sexuais, a luxúria nos seus mais amplos aspectos.

Codinome Lady V

De Lorraine Heath, faz parte de uma série de romances de época, com muita sensualidade, diversão e até mesmo reflexão.  Minerva Dodger é rebelde, não quer casar, porém não quer abdicar dos prazeres do sexo, então, decide frequentar um clube libidinoso onde encontra um dos homens mais cobiçados da sociedade londrina.

E Se Acontece?

De Melanie Harlow e David Romanov. Maxim é um rapaz russo em busca de uma nova vida nos Estados Unidos. Ele encontra Derek, que o leva a questionar seus princípios e despertar um lado seu que desconhecia.

Peça-me o Que Quiser

Primeiro livro da trilogia de Megan Maxwell. Os dilemas amorosos de Judith Flores e seu chefe, Eric Zimmerman, que se envolvem  em voyeurismo e jogos eróticos excitantes e sem limites.

50 Tons de Cinza

De E. L. James. Trilogia em que  Anastacia Steele, uma jovem tímida, conhece o bilionário Christian Grey e  tem início   jogos de  dominação, bondage, sadismo, masoquismo e outras práticas sexuais.

Leia também os quadrinhos:

A Louca do Sagrado Coração. O quadrinista Moebius e o cineasta Alejandro Jodorowsky misturam erotismo, humor e misticismo nesta HQ polêmica e picante. O professor Alain Mangel, da universidade Sorbonne, mergulha em uma jornada, de Paris à Amazônia, vivendo aventuras que acabam com suas certezas.

Valentina, de Guido Crepax.  Fotógrafa italiana é a protagonista de uma série de histórias repletas de sensualidade e erotismo em que o real e o onírico se confundem.  O autor também fez uma versão em HQ para “A história de Ó”.

Paula, Câmera Indiscreta, de Milo Manara,  histórias eróticas  com personagens sensuais e voluptuosas.