Assistir pornografia está em alta. Segundo pesquisa do Pornhub – o maior site do gênero na internet -, em 2018 foram 33,5 bilhões de visitas, 5 bilhões a mais que no ano anterior. Isso equivale, em média, a 92 milhões de visitantes por dia. Números mais recentes, de 2019, confirmam a tendência de alta, pois revelam que as visitas diárias já ultrapassam 100 milhões. A cada minuto, 63.992 novos visitantes chegam ao Pornhub, 207.405 vídeos são assistidos e 57.750 pesquisas são realizadas. É um bocado de gente querendo se divertir, não? Os números servem para desmistificar a prática. Afinal, que mal há em querer se excitar? Vale lembrar que o voyeurismo (assistir pessoas tendo relações sexuais) é uma das fantasias mais comuns tanto para homens como para mulheres.

Os países onde mais pessoas assistem vídeos pornô

Segundo a pesquisa, os 20 países com maior tráfico no Pornhub respondem por 80% das visitas ao site. Os Estados Unidos continuam sendo o país com o maior tráfego diário para o Pornhub, seguido pelo Reino Unido, Índia, Japão, Canadá, França e Alemanha. O tráfego da Itália cresceu em 2018, tirando a 8ª posição da Austrália. As Filipinas conquistaram três posições para chegar ao top 10, enquanto o México ficou em 11º. Suécia, Argentina, Rússia e África do Sul permaneceram no top 20.

A posição do Brasil

O Brasil é o 12º país que mais assiste ao Pornhub. Aqui, em 2018, as categorias “Hentai” (animação, mangá ou cartoon com algum tipo de conteúdo sexual) e “Lésbica” subiram duas posições, deixando para traz a categoria “Brasil”.  Quando comparados ao resto do mundo, os brasileiros têm 57% mais chance de assistir vídeos sobre “Transgênero”, 32% mais de ver “Cartoons” e 29% mais de assistir “Babysitter” (babá). 

Uma curiosidade é que as buscas mais feitas no Pornhub no mundo são, na maioria das vezes, influenciadas pelos meios de comunicação e eventos da cultura popular. Não foi surpresa que a pornstar Stormy Daniels (Stephanie Clifford, seu nome verdadeiro) ficou em primeiro lugar na lista de mais procurados. Toda que vez que aparecia na mídia, por causa de seu alegado envolvimento com o presidente americano Donald Trump, a curiosidade do público aumentava.

Fantasias atraem muitas pessoas

Fantasias também atraem o público que gosta de vídeo pornôs – assim como grande parte das pessoas que gostam de sexo – e, portanto, cenários com personagens de games também estão em alta.  Por outro lado, a popularidade de vídeos “Românticos” mais do que dobrou. Eles continuam duas vezes mais populares entre as mulheres do que entre homens. O interesse por vídeos transgêneros também subiu, com aumento de 167% entre os homens e mais de 200% entre as pessoas com mais de 45 anos.

No mundo, as principais pesquisas feitas no Pornhub se referem às categorias “Lésbica”, “Hentai”, “MILF” (sexo com mulheres mais velhas) e “Madrasta”. Esse resultado contraria a crença popular de que os homens parecem se interessar apenas por corpos jovens. Boa notícia.

 “Anal” e “Maduro” continuam populares.“Threesome” (a três) ultrapassou “Seios grandes”.

Como era de se esperar, o pico de visitas ao site é entre dez da noite e uma da madrugada. As cinco da manhã as pessoas estão menos interessadas em se excitar assistindo vídeos. Mas, surpreendentemente, há um pico de visitantes entre três cinco da tarde. Nas Filipinas, a média de cada visita ao site é de 13 minutos e 50 segundos, a mais longa entre todos os países. No Brasil, cada visita dura, em média, 9 minutos e 15 segundos.   

Mais mulheres estão assistindo pornô

A proporção de visitantes mulheres cresceu no Pornhub no ano passado, atingindo 29%, três pontos percentuais a mais do que em 2017. A cada ano percebe-se que as mulheres estão cada vez mais confortáveis para explorar sua sexualidade, descartando a ideia de que pornografia é apenas para homens. As Filipinas é o país com a maior proporção de visitantes mulheres, com 38%, seguido pelo Brasil e pela África do Sul, com 35% cada um.  Em relação a idade, os “millenials” – com idade entre 18 e 34 anos -, continuam a representar 61% do tráfego no Pornhub.

E a tecnologia de aparelhos móveis também está dominando o mundo de vídeos pornôs. Em 2018, 80% das visitas ao site foram feitas por smartphones e tablets.

Para conhecer a pesquisa completa acesse: https://www.pornhub.com/insights/2018-year-in-review#searches