Feromônio é uma substância química produzida por humanos, insetos ou animais que afetam o comportamento de seus pares e mesmo de outras espécies. Existem muitas formas de feromônios que podem ser exalados conforme a necessidade de cada espécie: os que alertam o perigo, os que avisam onde está a comida e, principalmente, os que ajudam animais e insetos a encontrar e atrair um parceiro. A ciência tem debatido há muito tempo a existência de feromônio nos seres humanos. Cientistas e pesquisadores defendem que todos os humanos têm potencial de se comunicar uns com os outros através da produção de feromônios.

O feromônio realmente funciona?

O odor é um dos meios pelo qual as pessoas provocam atração sexual umas às outras, em maior ou menor grau. Há séculos a importância dos “cheiros pessoais” é reconhecida na excitação sexual, além de ser tema recorrente na literatura e na expressão oral dos mais diferentes povos.

A utilização de feromônios por animais e insetos é um fato científico indiscutível e plenamente aceito. E facilmente observável: basta recordarmos as cenas clássicas de documentários sobre vida animal em que uma formiga comunica às demais sobre a localização de uma fonte de alimento ou aproximação de perigo iminente, ou recordar a alteração provocada em cães, touros e cavalos com a chegada de uma fêmea no cio.

Os feromônios sintéticos

Talvez, o papel do feromônio seja mais evidente em espécies que não desenvolveram comunicação verbal e interações sociais mais complexas como ocorreu com a espécie humana. Convém lembrar, todavia, que humanos são mamíferos e muito similares a outros animais em diversas formas, como, aliás, é comprovado atualmente pelas pesquisas de sequenciamento genético, e por isso seria lógico que os humanos pudessem exalar feromônios também. Provavelmente o feromônio mais poderoso dos humanos é o feromônio sexual. Eles atraem membros do sexo oposto, os fazendo relaxarem, se sentirem felizes e estimulados quando sentem os feromônios. Os feromônios de seres humanos não são facilmente percebidos. No entanto, muitas empresas já produzem com sucesso feromônios sintéticos para atração de mulheres e homens. Estudos mostram que os feromônios sintéticos humanos são extremamente bem-sucedidos em atrair membros do sexo oposto!

O feromônio normalmente não tem cheiro perceptível e pode ser combinado com o seu perfume ou colônia favorita. O sistema olfativo capta o feromônio pelo nariz e transmite os sinais químicos captados para o cérebro.

Com feromônios sexuais, os sentimentos de atração, relaxamento e excitação são transmitidos para o cérebro do sexo oposto, fazendo com que eles instantaneamente sintam-se excitados.

Agora que você já sabe o que são feromônios e o que eles podem fazer, experimente!  Miss Scarlet oferece uma linha de feromônios para homens e mulheres. Escolha o seu e parta em busca de novas experiências.

Texto editado do original publicado no www.feromonio.com.br